Lanamentos em DVD

Mais filmes clssicos em DVD e uma coincidncia em lanamentos atuais

24/03/2016 09:47 Por Rubens Ewald Filho
Lançamentos em DVD

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Lançamentos em DVD

Por estranha coincidência, uma distribuidora lançou filmes semelhantes em temática e ambos não passaram em nossos cinemas. É a Imagem Filmes com Viver sem Endereço e O Encontro:

- Viver sem Endereço (Shelter) EUA, 15. Exibido em 14, no Festival de Toronto, só no ano seguinte foi exibido comercialmente, ainda que com dificuldade. Esta é a estreia na direção do ruivo ator Paul Bettany (que faz Vision na série Vingadores Era de UItron e agora no novo Capitão America). Ele dirige e roteirizou um drama sobre homeless, estrelado pela sua esposa, a sempre bela Jennifer Connelly (ela faz tudo para ficar magra demais e enfeada mas não consegue!). O certo seria ela ter tido alguma indicação ao Oscar (já ganhou um por Mente Brilhante) por um brilhante e difícil trabalho sobre uma jovem viciada em drogas, que vive nas ruas de Nova York e acaba ficando parceira de um negro (o também bom ator Anthony Mackie, outro que veio da Marvel onde faz Falcon) que é Tahir um refugiado da Nigéria, África, mulçumano que chama sempre por Alá. Os dois acabam se unindo tentando viver em casas vazias (ele toca música regional nas ruas). Ambos estão ótimos no filme que é bem realizado e se leva a sério. Mas obviamente não é dos temas mais atraentes para o consumidor de rotina.

- O Encontro (Time out of Mind, 14) também sobre homeless mas ainda mais frio e distante. Não consigo entender porque Richard Gere aceita um papel desses (sim, ele faz um sem teto, que vive de esmolas, consegue lugar num shelter mas não ficamos sabendo direito quem é ele, o que fazia, o pensa. Inclusive porque o diretor pretensioso prejudica tudo filmando quase sempre de longe, atrás de um vídeo, ou uma parede, como se tivesse medo de revelar mais. O diretor se chama Oren Moverman e fez antes O Mensageiro (Messenger), Rampart Um tira fora de Lei (assim como o anterior estrelado por Woody Harrelson) e um novo que esta fazendo novamente com Gere chamado The Dinner. Será que o veterano e envelhecido ex-galã ainda não aprendeu a escolher papéis! Assim esta perdendo seu antigo público de mulheres que o admiravam! A história desta vez não ajuda, dado a passividade do herói e seu mutismo. Os melhores são o veterano astro de Bob Fosse, Ben Vereen e a talentosa Jena Malone. O filme foi convidado do importante Festival de Nova York, de San Francisco e ganhou premio da crítica em Toronto. Mais uma vez que crítico adora filme chato.

Mais Cassavetes

A Versátil continua lançando pacotes excepcionais de filmes e diretores que importam, fazem a diferença. Saiu novo de John Cassavetes (E a Nova Hollywood) que traz o primeiro filme dele (que deu origem ao cinema independente americano Sombras (Shadows). Depois o longa Os Maridos (versão integral com 142 min) mas o melhor é Uma Mulher sob Influência (A Woman Under the Influence,74) que deu indicação ao Oscar de diretor para Cassavetes e de atriz para sua mulher, a magnífica Gena Rowlands (que ganhou há pouco um Oscar especial da Academia por sua carreira). Com uma cópia excelente, registra sem exageros uma das grandes interpretações da história do cinema! Traz Depoimentos e Making sobre Os Maridos.

Trilogia de Apu

O selo Obras Primas está caprichando e lançou uma edição especial da trilogia que consagrou Satyajit Ray (1921-1922) como o maior realizador da Índia (levou até Oscar especial). Isso praticamente em cima dessa sua trilogia muito pouco conhecida no Brasil. Na verdade, vale conhecer o primeiro O Canção da Estrada (Pather Panchali, 55) a história de uma família que passa dificuldades com o pai sonhador. O segundo ainda é interessante, O Invencível (Aparajito,56) onde o jovem Apu após a morte de seu pai, aos 10 anos, ganha bolsa de estudos. Tudo realista e em preto e branco. Vem o fim da trilogia com O Mundo de Apu (Apur Sansar, 59) mostrando a vida de Apu como estudante em Calcutá e seu infeliz casamento. Como extras cerca de três horas com entrevista com o diretor e os atores e etc.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho jornalista formado pela Universidade Catlica de Santos (UniSantos), alm de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados crticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veculos comunicao do pas, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de So Paulo, alm de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a dcada de 1980). Seus guias impressos anuais so tidos como a melhor referncia em lngua portuguesa sobre a stima arte. Rubens j assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e sempre requisitado para falar dos indicados na poca da premiao do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleo particular dos filmes em que ela participou. Fez participaes em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minissries, incluindo as duas adaptaes de “ramos Seis” de Maria Jos Dupr. Ainda criana, comeou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, alm do ttulo, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informaes. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionrio de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977 e agora revisado e atualizado, continuando a ser o nico de seu gnero no Brasil.

Linha
Todas as mterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantm voc conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar voc pode compartilhar suas preferncias, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se j!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro