RESENHA CRÍTICA: O Novato (Le Nouveau)

Parece incrível que nos tempos atuais ainda se faça um longa tão ingênuo e bobinho

19/04/2017 23:59 Por Rubens Ewald Filho
RESENHA CRÍTICA: O Novato (Le Nouveau)

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

O Novato (Le Nouveau)

França, 15. Direção de Rudi Rosenberg. Com Joshua Racca, Raphael Grenassia, Eytan Chice, Gabriel Nahum, Ismael Mandile, Arthur Gregoire, Ileana Courbeay, Pauline Leblond,Geraldine Martineau.

O jovem diretor (nascido em 79) é um veterano francês juvenil que também fez curtas e tem 32 créditos como ator. Mas parece incrível que nos tempos atuais ainda se faça um longa (ainda que de pouca duração) tão ingênuo e bobinho, onde não se diz nada de importante, não há conflitos, não há nada de notável ou engraçado ou diferente.

É sobre um grupo de pré adolescentes franceses que são amiguinhos na escola, não fazem nada de errado ou ousado, a não ser paquerarem as meninas colegas. Benoit (Réphael Ghrenassia) é o baixinho mas simpático protagonista que convive bem com a família e por uns tempos flerta com uma menina que tem tipo de Brigitte Bardot em seu antigo passado. O espectador fica esperando alguma verdade maior, alguma marginalidade, mas nem brigas com professores ou família, tem maior força. Cantam na escola e são felizes. Nem Disney em seus piores dias é capaz de fazer algo tão fora de época, tão lunático. Nem romântico chega a ser. Um espanto.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), além de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de São Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a década de 1980). Seus guias impressos anuais são tidos como a melhor referência em língua portuguesa sobre a sétima arte. Rubens já assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e é sempre requisitado para falar dos indicados na época da premiação do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fãs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleção particular dos filmes em que ela participou. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de “Éramos Seis” de Maria José Dupré. Ainda criança, começou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informações. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionário de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977 e agora revisado e atualizado, continuando a ser o único de seu gênero no Brasil.

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro
30 fotos grátis na 1a compra BF3