A Criatura do Cemitério

Trabalhadores do turno da noite de uma antiga fábrica têxtil encontram uma estranha criatura no porão, após uma infestação de ratos tomar conta do local. Na tentativa de eliminar esse monstro que lá habita, um a um começa a ser devorado

29/01/2018 06:52 Por Felipe Brida
A Criatura do Cemitério

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

A Criatura do Cemitério (Graveyard shift). EUA/Japão, 1990, 89 min. Terror. Colorido. Dirigido por Ralph S. Singleton. Distribuição: Obras-primas do Cinema 

Terror escatológico e bem sangrento baseado em um conto de Stephen King chamado “Último turno”, do livro “Sombras da noite”, de 1978, que também reunia outras histórias transformadas em filmes, como “Às vezes eles voltam” e “Colheita maldita”.

É um exemplar curioso do cinema de horror noventista, com elementos usuais do universo fantástico de Stephen King deslocados para um ambiente de extrema degradação e sujeira moral. A história é apenas uma, do início ao fim: sobre um monstro asqueroso que, na escuridão do porão de uma fábrica capenga, sedento por carne humana, transforma os operários desavisados em suas presas – e os que sobrevivem se articulam para matar a criatura com todas as armas possíveis. No meio do grupo estão homens rudes, quase sempre figuras bizarras, como um exterminador de ratos traumatizado pela Guerra do Vietnã (Brad Dourif) e um patrão que suborna os agentes sanitários para não fiscalizarem sua fábrica fétida (Stephen Macht), além de outros personagens secundários que rapidamente passeiam pela trama. Repare nos efeitos especiais à moda antiga, no caso o monstrengo, feito de borracha e pêlos, mais assustador e real que as composições em computação gráfica de hoje em dia. Fãs de horror trash, como eu, irão aproveitar essa uma hora e meia diante da TV!

Dirigido por Ralph S. Singleton, ganhador do Emmy pela série dos anos 80 “Cagney & Lacey”, “A criatura do cemitério” foi originalmente produzido pela Paramount Pictures, e aqui no Brasil saiu em DVD somente no mês passado, em ótima cópia, no box “Stephen King: Contos de terror”, que reúne, além deste, mais três filmes baseados na literatura de King – “Creepshow – Show de horrores” (1982), “Creepshow 2 – Show de horrores” (1987) e o telefilme “Às vezes eles voltam” (1991).

 

 

 

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Felipe Brida

Felipe Brida

Jornalista e especialista em Artes Visuais e Intermeios pela Unicamp. Pesquisador na área de cinema desde 1997. Ministra palestras e minicursos de cinema em faculdades e universidades. Professor de Semiótica e História da Arte no Imes Catanduva (Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva) e coordenador do curso técnico de Arte Dramática no Senac Catanduva. Redator especial dos sites de cinema E-pipoca e Cineminha (UOL). Apresenta o programa semanal Mais Cinema, na Nova TV Catanduva, e mantém as colunas Filme & Arte, na rede "Diário da Região", e Middia Cinema, na Middia Magazine. Escreve para o site Observatório da Imprensa e para o informativo eletrônico Colunas & Notas. Consultor do Brafft - Brazilian Film Festival of Toronto 2009 e do Expressions of Brazil (Canadá). Criador e mantenedor do blog Setor Cinema desde 2003. Como jornalista atuou na rádio Jovem Pan FM Catanduva e no jornal Notícia da Manhã. Ex-comentarista de cinema nas rádios Bandeirantes e Globo AM, foi um dos criadores dos sites Go!Cinema (1998-2000), CINEinCAT (2001-2002) e Webcena (2001-2003), e participa como júri em festivais de cinema de todo o país. Contato: felipebb85@hotmail.com

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro
30 fotos grátis na 1a compra BF3