Desobediência

Fotógrafa conceituada em Nova York, Ronit (Rachel Weisz) volta para sua cidade natal depois de muito tempo para o funeral do pai, um rabino. Distante da família, tenta reatar os laços, mas encontra rejeição, devido aos motivos que a afastaram da comunidade judaica. É acolhida pelo primo, o jovem rabino Dovid (Alessandro Nivola), com que tem forte ligação desde criança, e descobre que está casado com uma paixão de juventude dela, Esti (Rachel McAdams)

03/10/2018 00:49 Por Felipe Brida
Desobediência

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Desobediência (Disobedience). Irlanda/Reino Unido/EUA, 2017, 114 min. Drama. Dirigido por Sebastián Lelio.

O diretor chileno Sebastián Lelio ganhou notoriedade este ano por ter vencido o Oscar de melhor filme estrangeiro pelo primoroso drama “Uma mulher fantástica” (2017), uma fita delicada sobre uma transexual que enfrenta a duras penas o preconceito da família do ex-marido recém-falecido. Com a repercussão do prêmio da Academia, de imediato o cineasta fechou contrato nos Estados Unidos para seu primeiro trabalho no exterior, feito às pressas, reunindo um elenco de peso (as duas Rachel, Weisz e McAdams, ambas já indicadas a Oscar, e Alessandro Nivola). O seu drama romântico “Desobediência”, exibido nos cinemas brasileiros em junho e lançado em DVD este mês pela Sony Pictures, também fala sobre sexualidade, mas com outra concepção, ainda mais intensa e apaixonada. Deixou de lado polêmicas levantadas na fita anterior para ser uma obra romântica puramente feminina, que suscita reflexões, feita com sinceridade e poesia. Trouxe para a cena um tema ousado - a redescoberta da sexualidade entre duas mulheres em uma família de judeus ortodoxos (que quando jovens se amaram e tiveram de ser afastadas), e à medida que fala sobre a relação proibida da personagem central, a fotógrafa, e o desprezo que sofre pela comunidade, invade os ritos familiares para acompanhar o dia a dia dos judeus atuais. O trabalho do diretor tem técnica, criatividade, audácia, comprometimento, ternura, sem exagero algum. E completa com a atuação das duas atrizes, algo bem marcante - gosto especialmente de Rachel McAdams, uma das mais interessantes do cinema atual – e Alessandro Nivola fecha o trio com dignidade!

Inteiramente rodado em Londres com custo baixo (U$ 6 milhões), o filme foi baseado em um romance de Naomi Alderman, de 2006, de mesmo título em inglês e ainda inédito no Brasil, e teve a produção assinada por Rachel Weisz. Não teve a repercussão que merecia, não foi nem indicado a prêmios de destaque (uma pena).

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Felipe Brida

Felipe Brida

Jornalista e especialista em Artes Visuais e Intermeios pela Unicamp. Pesquisador na área de cinema desde 1997. Ministra palestras e minicursos de cinema em faculdades e universidades. Professor de Semiótica e História da Arte no Imes Catanduva (Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva) e coordenador do curso técnico de Arte Dramática no Senac Catanduva. Redator especial dos sites de cinema E-pipoca e Cineminha (UOL). Apresenta o programa semanal Mais Cinema, na Nova TV Catanduva, e mantém as colunas Filme & Arte, na rede "Diário da Região", e Middia Cinema, na Middia Magazine. Escreve para o site Observatório da Imprensa e para o informativo eletrônico Colunas & Notas. Consultor do Brafft - Brazilian Film Festival of Toronto 2009 e do Expressions of Brazil (Canadá). Criador e mantenedor do blog Setor Cinema desde 2003. Como jornalista atuou na rádio Jovem Pan FM Catanduva e no jornal Notícia da Manhã. Ex-comentarista de cinema nas rádios Bandeirantes e Globo AM, foi um dos criadores dos sites Go!Cinema (1998-2000), CINEinCAT (2001-2002) e Webcena (2001-2003), e participa como júri em festivais de cinema de todo o país. Contato: felipebb85@hotmail.com

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro