Invasores de Marte

Garoto testemunha o pouso de uma estranha nave em um desfiladeiro próximo à sua casa. Isto é apenas o início de uma invasão de criaturas alienígenas de Marte, que irão escravizar os humanos

06/02/2018 21:49 Por Felipe Brida
Invasores de Marte

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Invasores de Marte (Invaders from Mars). EUA, 1986, 99 min. Terror/ Ficção científica. Colorido. Dirigido por Tobe Hooper. Distribuição: Obras-primas do Cinema.

Monstrengos gosmentos com dentes saltados, um cérebro gigante com olhos e boca, naves espaciais com forma de esqueleto e destruição da Terra. Se você achou isto tudo um exagero danado espere por muito mais desta ficção científica com terrir (terror misturado ao humor), do mestre Tobe Hooper em um momento de pura descontração, que o fez especialmente aos fãs.

“Invasão de Marte” é um remake de uma fita sci-fi de 1953, de mesmo nome, com roteiro do falecido Dan O'Bannon, criador da franquia “Alien”, adaptado da história original de Richard Blake. Na época, em 1986, custou caro (U$ 12 milhões), fracassou nas bilheterias e recebeu instantaneamente aura de cult.

A história anda pelo mesmo caminho da original: um garotinho esperto descobre uma invasão alienígena em sua cidade, onde seres espaciais controlam os humanos por meio de lavagem cerebral. Ele não pode contar com os pais, pois acabaram absorvidos por este mal, então mobiliza o Exército e outras pessoas para eliminar os monstros. O antigo, por ser preto-e-branco e com custo baixo, utilizava maquiagem clássica e amenizava os efeitos visuais, a indumentária dos extraterrestres, a nave, as luzes espaciais etc – enquanto Tobe Hooper, nesta boa refilmagem, usou e abusou das cores vibrantes, dos efeitos especiais (destaque para o interior da nave com aspecto de entranhas e os monstros de borracha, no estilão anos 70 e 80, hoje debochados como cafonas, causadores até de riso), além de explosões e tiroteios descontrolados. Seria desse modo uma invasão de seres marcianos no planeta Terra? A resposta é dada com humor, aventura, terror e ficção científica em alta potência – por isto não deve ser levado a sério, o intuito é divertir, no melhor do cinema retrô e artesanal.

Não obteve o destaque devido na crítica estrangeira, sendo indicado a dois Razzie Awards, o Framboesa de Ouro, entregue aos piores do ano, nas categorias pior atriz (para Louise Fletcher, uma professora implicante, que vira a vilã, que até come um sapo vivo numa cena pitoresca) e pior efeitos especiais (produzidos pelos futuros ganhadores do Oscar Stan Winston, de “Aliens, o resgate”, e John Dykstra, de “Guerra nas estrelas”).

Saiu no mês passado em DVD pela distribuidora Obras-Primas do Cinema, numa caixa especial em homenagem ao diretor Tobe Hooper (1943-2017), com quatro filmes do diretor – “Eaten alive” (1976), “O massacre da serra elétrica” (1974), “O massacre da serra elétrica – parte 2” (1986) e este aqui. São três discos, e um deles com extras (documentários, erros de gravações, entrevistas) e também acompanha cards colecionáveis com as capas originais dos filmes.

 

Invasores de Marte (Invaders from Mars). EUA, 1986, 99 min. Terror/ Ficção científica. Colorido. Dirigido por Tobe Hooper. Distribuição: Obras-primas do Cinema. Disponível em DVD

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Felipe Brida

Felipe Brida

Jornalista e especialista em Artes Visuais e Intermeios pela Unicamp. Pesquisador na área de cinema desde 1997. Ministra palestras e minicursos de cinema em faculdades e universidades. Professor de Semiótica e História da Arte no Imes Catanduva (Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva) e coordenador do curso técnico de Arte Dramática no Senac Catanduva. Redator especial dos sites de cinema E-pipoca e Cineminha (UOL). Apresenta o programa semanal Mais Cinema, na Nova TV Catanduva, e mantém as colunas Filme & Arte, na rede "Diário da Região", e Middia Cinema, na Middia Magazine. Escreve para o site Observatório da Imprensa e para o informativo eletrônico Colunas & Notas. Consultor do Brafft - Brazilian Film Festival of Toronto 2009 e do Expressions of Brazil (Canadá). Criador e mantenedor do blog Setor Cinema desde 2003. Como jornalista atuou na rádio Jovem Pan FM Catanduva e no jornal Notícia da Manhã. Ex-comentarista de cinema nas rádios Bandeirantes e Globo AM, foi um dos criadores dos sites Go!Cinema (1998-2000), CINEinCAT (2001-2002) e Webcena (2001-2003), e participa como júri em festivais de cinema de todo o país. Contato: felipebb85@hotmail.com

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro
30 fotos grátis na 1a compra BF3