728x90 Aniversário Americanas

RESENHA CRÍTICA: Transformers: O Último Cavaleiro (Transformers - The Last Knight)

Transformers continua como sempre tendo críticas quase sempre negativas

27/07/2017 15:54 Por Rubens Ewald Filho
RESENHA CRÍTICA: Transformers: O Último Cavaleiro (Transformers - The Last Knight)

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Transformers: O Último Cavaleiro (Transformers - The Last Knight)

EUA, 2017. 149 min. Direção de Michael Bay. Com Mark Wahlberg, Anthony Hopkins, Josh Duhamel, Laura Haddock, Isabela Moner, Santiago Cabrera, Jerrod Carmichael, Stanley Tucci, Gemma Chan, John Turturro, Glenn Morshower, Steve Buscemi, John Goodman.

Esta é a quinta aventura dos Transformers e como sempre dirigida pelo mesmo Michael Bay - que está ameaçando largar a série. Deus lhe ouça! Com orçamento de luxo (217 milhões de dólares embora outros afirmem 260!) e com maior bilheteria no exterior do que nos EUA. Mark Wahlberg que faz o inventor Cade Yeager já afirmou que será sua última participação na série mas em seu lugar foram chamar uma figura de prestigio e dignidade, ainda que venha fazendo qualquer filme, no caso Sir Anthony Hopkins como Edmund Burton que procura um importante talismã que está com Cade. Mark está desta vez com cabelos mais longos e sobrancelhas desenhadas! Embora minha participação favorita seja logo no final do prólogo quando quem aparece é o lendário mágico Merlin, se assumindo vigarista mas pedindo ajuda de outros mais poderosos que ele. O curioso é que é interpretado por Stanley Tucci que por alguma razão faz o personagem todo caricato à beira do ridículo. Portanto, a novidade é que alguns Transformers são expulsos da Terra (mas outros virão!), esta versão é um pouco mais curta que a anterior (mais sairá outra extended version em Blu Ray com 189 minutos) embora sua proposta seja sempre a mesma: vender a franchise dos brinquedos Hasbro.

Não sei o que vocês acham mas tenho dificuldade de continuar lembrando dos capítulos anteriores, separando os emigrantes de boa intenção, os Autobots com os vilões Decepticons. Ainda achava certa graça em ver os efeitos especiais quando eles se transformam em carros e vice-versa. Quase no meio do filme surge a Viviane (Laura Haddock), a bela mulher de Sam Clafin e que já esteve na aventura anterior e em O Primeiro vingador Capitão América. Faz uma professora britânica, especialista com a Távola Redonda e que vai ter que entrar em cena contra os invasores. Também na aventura está de volta Lennox (Josh Duhamel, o militar agora grisalho de outros filmes), Jimmy (Jerrod Carmichael, parceiro de Cade como alivio cômico) e a pré-adolescente metida e atrevida Izabella (Isabella Moner). E sem esquecer de Cogman, o mordomo de Edmund, que seria uma variante de C-3PO de mau humor. Na verdade, ele praticamente rouba o filme!

Transformers continua como sempre tendo críticas quase sempre negativas (muitos reclamaram dos Transformers lutando contra Nazistas e da batalha em Stonehenge dando mau exemplo às pedras lendárias). Tudo isso não impede um certo bom humor, quase comédia mesmo, que vem demonstrar que não é para se levar a sério. Mas quem for ver o filme sabe o que esperar e por vezes achei algumas cenas espetaculares, bastante criativas (e exageradas). E Hopkins está na sua melhor forma, com o sorriso cínico de sempre, interpretando variantes dele mesmo, em locações elegantes e fotogênicas. Coisas até agora raras para os Transformers!

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), além de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de São Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a década de 1980). Seus guias impressos anuais são tidos como a melhor referência em língua portuguesa sobre a sétima arte. Rubens já assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e é sempre requisitado para falar dos indicados na época da premiação do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fãs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleção particular dos filmes em que ela participou. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de “Éramos Seis” de Maria José Dupré. Ainda criança, começou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informações. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionário de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977 e agora revisado e atualizado, continuando a ser o único de seu gênero no Brasil.

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro
_250x250 tv gearbest, frete grátis, smart, gadgets, eletrônicos consumíveis, inteligente, dispositivos, promoção, descontos Generico_250x250