OSCAR 2019: Os Filmes de Animação

Destaque para o filme japonês Mirai, mas deve ganhar O Homem Aranha no Aranhaverso

18/02/2019 22:55 Por Rubens Ewald Filho
OSCAR 2019: Os Filmes de Animação

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

 

Os antigos clássicos geniais do desenho japonês já estão envelhecendo, que tristeza. Mas este ano dentre os finalistas temos uma novidade, que sem qualquer preconceito, começou a me encantar. Talvez o filme favorito do gênero pensamos logo no começo do ano passado deve ser o curiosíssimo Ilha Dos Cachorros, que chegou pelas mãos do já célebre e Cult Wes Anderson, que fez muito do gênero (e outros bons como O Grande Hotel de Budapeste, até o Fantástico Dr. Raposo). Mas estava fora de forma, seus cachorros são antipáticos, lentos, equivocados.  Isso abriu expresso para outros, como Os Incríveis 2 (não consegui me entusiasmar, talvez ma vontade com continuações). WiFi Ralph Quebrando a Internet foi outro que não me entusiasmou, o que me levou a ficar entusiasmado com O Homem Aranha no Aranhaverso. Gostei das cores, da animação deslumbrante, do clima de muita ação e também a ideia em geral! Valeu! E resta o delicado Mirai, de Mamoru Hosoda, que tem estúdio próprio o Chizu já com importante arquivo de vários filmes. Feito para adultos e crianças, é a história de uma família com problemas caseiros e o pai, que encontra o jardim mágico, que permite que ele pode viajar através de eras diferentes, com a ajuda de sua irmã vinda do futuro. Divirtam-se.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), além de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de São Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a década de 1980). Seus guias impressos anuais são tidos como a melhor referência em língua portuguesa sobre a sétima arte. Rubens já assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e é sempre requisitado para falar dos indicados na época da premiação do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fãs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleção particular dos filmes em que ela participou. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de “Éramos Seis” de Maria José Dupré. Ainda criança, começou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informações. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionário de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977 e agora revisado e atualizado, continuando a ser o único de seu gênero no Brasil.

Linha

relacionados

Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro