Minha Primeira Caçada

O caçador de cervos Buck Ferguson (Josh Brolin), que apresenta um programa na TV americana, leva seu cinegrafista, Don (Danny McBride), e o filho, Jaden (Montana Jordan), para uma viagem especial num camping de caça. Ele procura por um cervo de cauda branca, raro na região. Só que no caminho o trio irá se envolver em várias aventuras para chegar à floresta onde está o animal, isolada do mundo

19/09/2018 00:01 Por Felipe Brida
Minha Primeira Caçada

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Minha Primeira Caçada (The legacy of a whitetail deer hunter). EUA, 2018, 83 min. Comédia dramática. Colorido. Dirigido por Jody Hill. Distribuição: Netflix

Uma boa comédia de erros produzida pela Netflix, engraçadinha, bem no gosto dos americanos, de apenas 1h23 de duração, lançada na plataforma em julho deste ano. Desde 2017 a Netflix vem lançando uma média de 15 filmes próprios por mês no Brasil, boa parte deles do gênero comédia, e essa fita independente é uma boa aposta, que foi mais apreciada pelos americanos, e aqui no Brasil não pegou.

No elenco temos Josh Brolin, um bom ator versátil que faz de tudo um pouco e vem ganhando destaque em obras importantes do cinema, no papel do protagonista, um caçador e apresentador de um programa sobre caçada de animais selvagens. Ele viaja com o cinegrafista, interpretado pelo comediante e roteirista do filme Danny McBride (aqui melhor que de costume), e o filho adolescente até um camping para encontrar um cervo raro, de cauda branca, mas pelas trilhas da floresta vão se deparar com confusões. O título original faz referência a esse cervo difícil de ser localizado, enquanto a tradução no Brasil faz jus à primeira caçada do garoto Jaden, uma espécie de rito de passagem, uma iniciação à vida adulta, que o pai dele propõe.

Além da comédia o filme procura saídas para o drama, em que pai e filho tentam se reconectar após um tempo afastados, com bons ingredientes desse gênero, sem ser piegas ou choroso, já que o humor se destaca!

Eu gostei, assiste-se facilmente. O resultado deu certo por causa da mão boa do diretor Jody Hill, de fitas de comédias, que escreveu o roteiro ao lado do ator Danny McBride. Vale uma espiada no Netflix.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Felipe Brida

Felipe Brida

Jornalista e especialista em Artes Visuais e Intermeios pela Unicamp. Pesquisador na área de cinema desde 1997. Ministra palestras e minicursos de cinema em faculdades e universidades. Professor de Semiótica e História da Arte no Imes Catanduva (Instituto Municipal de Ensino Superior de Catanduva) e coordenador do curso técnico de Arte Dramática no Senac Catanduva. Redator especial dos sites de cinema E-pipoca e Cineminha (UOL). Apresenta o programa semanal Mais Cinema, na Nova TV Catanduva, e mantém as colunas Filme & Arte, na rede "Diário da Região", e Middia Cinema, na Middia Magazine. Escreve para o site Observatório da Imprensa e para o informativo eletrônico Colunas & Notas. Consultor do Brafft - Brazilian Film Festival of Toronto 2009 e do Expressions of Brazil (Canadá). Criador e mantenedor do blog Setor Cinema desde 2003. Como jornalista atuou na rádio Jovem Pan FM Catanduva e no jornal Notícia da Manhã. Ex-comentarista de cinema nas rádios Bandeirantes e Globo AM, foi um dos criadores dos sites Go!Cinema (1998-2000), CINEinCAT (2001-2002) e Webcena (2001-2003), e participa como júri em festivais de cinema de todo o país. Contato: felipebb85@hotmail.com

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro