RESENHA CRÍTICA: Em um Mundo Interior

Cada vez mais eu aprecio o trabalho que muitos jovens cineastas têm realizado com documentários. Tomara que este tenha uma vida longa pelo país todo e seja consagrado pelo que merece

04/06/2018 16:14 Por Rubens Ewald Filho
RESENHA CRÍTICA: Em um Mundo Interior

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Em um Mundo Interior

Brasil, 17. 75 min. Documentário de Flávio Frederico e Mariana Pamplona. Distribuição Elo Company.

Cada vez mais eu aprecio o trabalho que muitos jovens cineastas têm realizado com documentários. É verdade que existem alguns que se limitam perder tempo com temas superficiais (embora eu tenha que confessar que gosto muito de assistir também aqueles que fazem biografias de cineastas, informativos e curiosos, como um recente que me tocou muito sobre a carreira de Hugo Carvana!). Mas há também os corajosos (e sensíveis) que realizam filmes como este que se apresenta como um dos pioneiros a abordar um assunto tão importante e verdadeiro quanto o autismo, acompanhando durante dois anos a rotina de sete famílias de classes sociais diferentes e também de regiões distintas do Brasil.

Embora o filme tenha me deixado muito emocionado, em momento algum cai no exagero, ou no fácil, ou simplesmente didático. Realizado com delicadeza e sensibilidade, faz  um retrato necessário do que seria o autismo e suas diversas faces, fugindo do melodrama mas também abrindo as portas para as lições de vida e superação. Afinal, como informam os autores, segundo a Organização Mundial de Saúde, no Brasil, cerca de 2 milhões de pessoas apresentam algum grau do transtorno e ele segue considerado uma das mais enigmáticas desordens neurológicas já conhecidas.

Em um Mundo Interior é o primeiro longa-metragem brasileiro sobre o tema, e nos convida a acompanhar o dia-a-dia de Enzo, Julia, Roberto, Igor, Isabela, Mathias e Eric, cujas idades variam entre 3 e 18 anos. Como afirmam os autores, o autismo não tem cura e nem origem definida - há apenas hipóteses, algumas mais aceitas, outras menos - e é  justamente isso que mais atinge o espectador, até porque é triste constatar como diz a diretora “As pessoas de um modo geral não sabem o que é o autismo e muito menos como lidar com ele”.

O filme é uma porta aberta para essa conquista tão importante. Tomara que tenha uma vida longa pelo país todo e seja consagrado pelo que merece.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), além de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de São Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a década de 1980). Seus guias impressos anuais são tidos como a melhor referência em língua portuguesa sobre a sétima arte. Rubens já assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e é sempre requisitado para falar dos indicados na época da premiação do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fãs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleção particular dos filmes em que ela participou. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de “Éramos Seis” de Maria José Dupré. Ainda criança, começou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informações. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionário de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977 e agora revisado e atualizado, continuando a ser o único de seu gênero no Brasil.

Linha
Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro