A Viagem Única de Lobo Antunes ao Coração Da Linguagem

Romance-viagem, Conhecimento do Inferno vai desorientando a cabeça do leitor numa vertigem de palavras

11/05/2018 16:46 Por Eron Duarte Fagundes
A Viagem Única de Lobo Antunes ao Coração Da Linguagem

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

 

Conhecimento do inferno (1980), um romance da fase inicial da obra do escritor português António Lobo Antunes, obedece à estrutura da viagem, a geografia externa e interna da personagem central dita o próprio andamento dos parágrafos. Num parágrafo se diz que “saía da Quinta da Balaia na direção de Lisboa”, noutro se afirma que “passou diante do escritório da Balaia”, mais adiante se lê que “foi em África, no país dos Luchazes, que eu soube que em Lisboa não existia a noite”. O protagonista é um psiquiatra que, cruzando Portugal de carro, evoca sua vida profissional; o resultado é um retrato linguisticamente turbulento da loucura —uma radiografia do conhecimento do inferno.

As referências de Lobo Antunes a uma articulação cinematográfica da narrativa literária são várias, desde a frase que abre o romance. “O mar de Algarve é feito de cartão como nos cenários de teatro e os ingleses não percebem: estendem conscienciosamente as tolhas na serradura da areia, protegem-se com óculos escuros do sol de papel, passeiam encantados no palco de Albufeira”. Lobo Antunes transforma um elemento real (o mar de Algarve, o sol) num recurso estilístico (o mar é feito de cartão, o sol é de papel), mas o faz fazendo a linguagem desabrochar em absurdos sarcásticos como estas orações de introdução da história.

Romance-viagem, Conhecimento do inferno vai desorientando a cabeça do leitor numa vertigem de palavras que, se ainda não chegava à radicalização de expor-se de anos mais recentes de Lobo Antunes, é mesmo assim um constante assombro de criatividade, em imagens e construções verbais.

 

(Eron Duarte Fagundes – eron@dvdmagazine.com.br)

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Eron Duarte Fagundes

Eron Duarte Fagundes

Eron Duarte Fagundes é natural de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, onde nasceu em 1955; mora em Porto Alegre; curte muito cinema e literatura, entre outras artes; escreveu o livro “Uma vida nos cinemas”, publicado pela editora Movimento em 1999, e desde a década de 80 tem seus textos publicados em diversos jornais e outras publicações de cinema em Porto Alegre. E-mail: eron@dvdmagazine.com.br

Linha

relacionados

Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro