RESENHA CRÍTICA: Histórias de Amor Que Não Pertencem a Este Mundo (Amori)

Apesar da tentativa de utilizar o humor, o filme não chega a convencer

16/11/2017 11:51 Por Rubens Ewald Filho
RESENHA CRÍTICA: Histórias de Amor Que Não Pertencem a Este Mundo (Amori)

tamanho da fonte | Diminuir Aumentar

Histórias de Amor Que Não Pertencem a Este Mundo (Amori)

Itália, 17, Direção de Francesca Comencini. 1h32 min. Com Lucia Macisno, Francesa Manieri, Thomas Trabacchi, Carlotta Nattoli, Valentina Bellè, Iaia Forte.

Este é o mais recente filme da diretora italiana Francesca Comencini, que tem o mérito nada seu de ser a filha mais velha de um dos grandes cineastas italianos, que foi Luigi Comencini (1916-2007, ou seja, faleceu aos 90 anos). Realizou 52 filmes, dentre eles vários são clássicos como Marcelino Pão e Vinho, A Mulher de Domingo com Mastroianni, Pão Amor e Fantasia com Gina Lollobrigida, Pecado à Italiana com Laura Antonelli, A Garota de Bube com Claudia Cardinale, várias comédias sobre Don Camillo com Fernandel. Francesca (1961-) tem 17 créditos, entre eles a série de TV de Gomorra, sua estreia premiada em Veneza, chamada Pianoforte, e vários documentários (mas pouco foi vistos aqui). Ela tem também uma irmã mais nova e também diretora, Cristina, de quem que vimos por aqui Segredos do Coração, O Mais Belo Dia da Minha Vida, Algo de Novo (2016), Latin Lover (o último filme de Virna Lisi), Vá Onde seu Coração Mandar e Adoráveis Mentiras.

Cristina é mais popular, por que a irmã gosta de dramas discutíveis (apesar de ter sido casada com um famoso produtor Francês, já falecido Daniel Toscan Du Plantier) nunca chegou a me convencer. Exibido no recente Festival de Locarno, foi ignorado pela crítica e dispensado pelo público. Trata-se de uma história de amor que está terminando com a ruptura do casal Claudia e Flavio isso depois de sete anos. Ela que fazia tudo com enorme paixão, não sabe lidar com Flavio, ainda mais após a briga. Ele tenta mesmo se envolver numa nova relação. E apesar da tentativa de utilizar o humor, o filme não chega a convencer. Baseada num livro que leva o mesmo nome, teve defensores pela interpretação de Lucia (que eu desconhecia, mas realmente é vibrante e curiosa, mas não se pode dizer o mesmo do parceiro. A cena inicial em que o casal briga é o exemplo do que o filme deveria ser em termos de senso de humor deixando-o assim mais parecido com os dos bons tempos de Almodóvar. Ainda assim este não emplacou.

Linha
tamanho da fonte | Diminuir Aumentar
Linha

Sobre o Colunista:

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho

Rubens Ewald Filho é jornalista formado pela Universidade Católica de Santos (UniSantos), além de ser o mais conhecido e um dos mais respeitados críticos de cinema brasileiro. Trabalhou nos maiores veículos comunicação do país, entre eles Rede Globo, SBT, Rede Record, TV Cultura, revista Veja e Folha de São Paulo, além de HBO, Telecine e TNT, onde comenta as entregas do Oscar (que comenta desde a década de 1980). Seus guias impressos anuais são tidos como a melhor referência em língua portuguesa sobre a sétima arte. Rubens já assistiu a mais de 30 mil filmes entre longas e curta-metragens e é sempre requisitado para falar dos indicados na época da premiação do Oscar. Ele conta ser um dos maiores fãs da atriz Debbie Reynolds, tendo uma coleção particular dos filmes em que ela participou. Fez participações em filmes brasileiros como ator e escreveu diversos roteiros para minisséries, incluindo as duas adaptações de “Éramos Seis” de Maria José Dupré. Ainda criança, começou a escrever em um caderno os filmes que via. Ali, colocava, além do título, nomes dos atores, diretor, diretor de fotografia, roteirista e outras informações. Rubens considera seu trabalho mais importante o “Dicionário de Cineastas”, editado pela primeira vez em 1977 e agora revisado e atualizado, continuando a ser o único de seu gênero no Brasil.

Linha

relacionados

Todas as máterias

Efetue seu login

O DVDMagazine mantém você conectado aos seus amigos e atualizado sobre tudo o que acontece com eles. Compartilhe, comente e convide seus amigos!

E-mail
Senha
Esqueceu sua senha?

Não é cadastrado?

Bem vindo ao DVDMagazine. Ao se cadastrar você pode compartilhar suas preferências, comentar ou convidar seus amigos para te "assistir". Cadastre-se já!

Nome Completo
Sexo
Data de Nascimento
E-mail
Senha
Confirme sua Senha
Aceito os Termos de Cadastro